segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Espera...

No vislumbre do desejo almeijado
O coração segue um ritmo descompensado
Ora das batidas amargas da dor
- Do fluxo lento e pesado do medo
Ora das batidas da saudade- alegria anunciada
- Fluir do curso da fé equilibrada
Reflete a cor da alma à face corada
Lágrimas de incredulidade jorram da face
No descompasso contínuo e apertado
O anseio da surpresa doce e inesperada:
Realização do alvo tão sonhado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário