sábado, 23 de março de 2013

Do ciclo


Há algum tempo atrás ouvi falar sobre ciclos. Nossas vidas são construídas de ciclos. Acho que isso é usado em psicologia. Não sei. O pouco conhecimento que tenho sobre esta expressão me faz afirmar que no início desta semana, ela fechou um ciclo.

Uma mistura de alívio com liberdade e missão vencida. Chutou o balde e saiu do emprego que com certeza foi e será o mais difícil de toda sua existência. De certo, contará os causos e feitos destes dois anos e três meses para seus filhos e deles tirará boas risadas e grandes ensinamentos.

Interessante como de todos os últimos ciclos tem saído deles quase outra pessoa. A receita é uma mistura de sofrimento, pressão e crescimento. Lembrando por alto de tudo que ela passou, lembro-me da palavra “resiliência”. Impressionante a capacidade do ser humano de suportar, se adaptar, romper e caminhar dia-a-dia, apesar de tudo.

É o impossível diário. O desafio. O milagre. A quantidade de carga máxima que cada um pode carregar..

Se ela foi feliz neste tempo? Claro, a vida é convivida com todos os pesares. Uma mistura de lágrimas, diversão, calafrios, perdão e muita oração.

É o “Com Ele tudo é possível”.

Que venha o novo ciclo e que seja leve. Afinal, ela precisa escrever mais.  =)